O Programa

O Programa de Pós-Graduação em Biologia Molecular (Mestrado e Doutorado) tem como objetivo e missão a formação de profissionais com competência e independência científica em Biologia Molecular e sua aplicação nas grandes áreas afins: Bioquímica, Biofísica, Microbiologia, Imunologia, Biologia Celular, Virologia, Genética, Genômica e Proteômica.

O programa trabalha hoje com nove linhas de investigação que formam o núcleo do programa. Essas linhas integram os diversos grupos de pesquisa. Esses grupos vêm desenvolvendo pesquisas de ponta, empregando a biologia molecular aplicada nas grandes áreas do programa e nos vários domínios da vida. Na última década destacamos a integração dos Grupos de Pesquisa em Biologia Molecular da UnB em diversas iniciativas Genômicas fomentadas pelo CNPq, nas Redes Proteômica, Genômica e Pós-Genômica do Centro Oeste, iniciativas nacionais de rede como os Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia (INCT) e regionais como a rede genômica da Amazônia Legal e Rede de Biotecnologia do Centro-Oeste, também podem ser mencionados; além do desenvolvimento de projetos de cooperação internacionais com diversos países.

A pós-graduação em Biologia Molecular ja é um programa consolidado e de nível 6 da CAPES. Os vários grupos são financiados por diversas agencias nacionais e internacionais, entre elas CNPq, CAPES, FINEP, BNDES, FAP-DF, TWAS, BID,etc.

Os doutores formados em Biologia Molecular (muitos docentes de outras instituições financiados pelo Programa PQI) apresentaram teses com diferentes perfis, ressaltando trabalhos na fronteira da Biologia Molecular bem como com aplicação imediata pelo setor produtivo. A infra-estrutura de equipamentos multiusuário disponível para o Programa de Pós-Graduação inclui sequenciadores automáticos de DNA, sequenciadores de proteínas, microscópios eletrônicos de varredura e transmissão, microscópio confocal, citômetro de fluxo, espectrômetro de massa, ultra centrífugas, HPLC, fermentadores, centrífugas refrigeradas, PCR de tempo real, fosfoimager, espectrômetros de massa entre outros de menor porte utilizados na rotina dos laboratórios de P&D. Destacamos que o Programa já dispõe de uma plataforma de pirosequenciamento instalada no Distrito Federal que atenderá a demanda dos grupos de pesquisa envolvidos com genômica e proteômica de diversos modelos biológicos.

A criação do Doutorado em Biologia Molecular em 1992 veio consolidar esta tendência do programa e responder à demanda da área científica. Até final de 2011, foram formados 163 doutores em Biologia Molecular (muitos docentes de outras instituições financiados pelo Programa PQI) com teses apresentando variados perfis, ressaltando trabalhos com aplicação imediata pelo setor produtivo, acadêmicos e nas fronteiras da Biologia Molecular/Biotecnologia pura e aplicada. Cabe ressaltar aqui, que o número de doutores formados neste curto período, reflete bem os parâmetros utilizados pela CAPES em sua avaliação. Nota-se também que todos estes recém-doutores foram absorvidos por Instituições de Ensino Superior Federais e Privadas, Centros de Pesquisa, como a Embrapa e Fiocruz; instituições públicas como a polícia civil e Hemocentro de Brasília, agências reguladoras como a ANVISA, ministérios, CNPq, CAPES, empresas, hospitais e diversas instituições no exterior, garantindo à sociedade o retorno do investimento na formação de profissionais na área.

Linhas de pesquisa

Engenharia Genética para Obtenção de Microrganismos Plantas e Produtos de Interesse Biotecnológico

Desenvolvimento de novos vetores para expressão heteróloga em bactérias e leveduras p/prod. de polipeptídeos (Hormônios), enzimas e obtenção de linhagens de leveduras para produção de Biocombustíveis.

Simulação Computacional e Análise Teórica de Biomoléculas

Estudo estrutural por simulação computacional de biomoléculas no vácuo e/ou com solvente explícito.

Genética Molecular de Plantas

Aplicação da genética molecular ao melhoramento de plantas, com ênfase em genética de resistência a doenças, interação patógeno-hospedeiro e melhoramento para estresses bióticos.

Genômica e Bioinformática

Estudo e desenvolvimento de métodos para análise de sequências e genomas. Bioinformática aplicada. Genômica, metagenômica e transcritômica. Vários grupos atuam nessa linha destacando atuação em genômica de fungos e bactérias e plantas; e transcritômica de eucariotos superiores.

Interação Parasito/Hospedeiro

Estuda a interações entre bactérias, fungos, protozoários e outros organismos com a célula hospedeira. Ênfase é dada à reprogramação genética, a transdução de sinal e as bases moleculares do processo.

Bioquímica de Radicais Livres e Antioxidantes

Busca-se identificar compostos orgânicos que são capazes de ligarem-se a radicais livres, protegendo a célula do stress oxidativo.

Biologia Molecular e Diferenciação Celular em Fungos

Estuda-se nesta linha os mecanismos moleculares envolvidos nos processos de transdução de sinal que promovem a diferenciação de fungos patogênicos.

Biologia Celular e Molecular de Vírus

Estuda a interação de vírus de insetos e plantas seus hospedeiro a nível molecular e celular. Caracterização, técnicas de detecção e mecanismos de resistência de vírus vegetais de insetos e humanos.

Relação Estrutura/Função de Proteinas e Peptideos

Busca determinar a estrutura de proteínas e peptideos co-relacionando-os com suas funções biológicas.

Laboratórios

  1. Biofísica Molecular
  2. Biofísica teórica
  3. Biologia Molecular
  4. Bioquímica e Química de Proteínas
  5. Enzimologia
  6. Imunologia Celular
  7. Imunologia Molecular
  8. Microbiologia
  9. Biologia do Gene
  10. Microscopia Eletrônica
  11. Virologia